testando servidor

scan QR code Para que se tenha o resultado esperado, é preciso praticar exercícios físicos tanto antes quanto depois de qualquer procedimento cirúrgico. Uma alimentação saudável e balanceada, evitando gorduras e excessos, também é importante. Além disso, é necessário seguir as recomendações do pós-operatório na íntegra e mudar hábitos que contribuíram anteriormente para o ganho dos quilos não mais desejados.

Para quem já fez ou vai fazer uma cirurgia plástica e pratica, ou pretende começar algum exercício físico, é necessário ter em mente algumas informações importantes.

Manter o peso ideal após a cirurgia plástica é mais fácil praticando-se exercícios
É fácil entender o porquê de os exercícios físicos ajudarem a manter o peso ideal após a cirurgia plástica. Os músculos encontram-se abaixo da camada de pele e de gordura, e uma vez que eles foram tonificados e estimulados, o resultado da cirurgia plástica será ainda melhor.

Na prática, o que acontece é que, quando a gordura é retirada, como, por exemplo, na lipoescultura, por haver uma musculatura firme atrás dela, o contorno corporal fica ainda mais bonito e evidente. Entretanto, quando a musculatura está flácida, a tendência é de que as vísceras se projetem para frente, não permitindo um contorno tão acentuado como quando os músculos estão fortalecidos.

Por isso, os resultados são melhores quando a pessoa possui hábitos saudáveis e um Índice de Massa Corporal (IMC) dentro do esperado para a sua estatura.

Período de retorno aos exercícios físicos
Cada cirurgia plástica possui uma indicação de início ou retorno a uma determinada atividade física. O ideal é proceder de forma gradual, iniciando-se com exercícios leves, acompanhados por um profissional. E o mais importante, somente após o prazo recomendado pelo cirurgião plástico.

É necessário, também, ressaltar que cada organismo reage e se comporta de um jeito e, em cirurgias associadas, como mamoplastia e abdominoplastia, deve-se considerar um prazo maior de recuperação sem a prática de exercícios físicos.

Em média, o tempo de retorno às atividades físicas para cada cirurgia são os seguintes:

mamoplastia de aumento – 60 dias;
mamoplastia redutora – 90 dias;
gluteoplastia de aumento – 60 dias;
lipoaspiração e Lipoescultura – 30 dias;
rinoplastia – 40 dias;
otoplastia – 30 dias;
abdominoplastia – 60 dias;
mini-abdominoplastia – 60 dias;
mastopexia – 90 dias;
braquioplastia – 30 dias;
torsoplastia/ flancoplastia – 30 dias;
ginecomastia – 30 dias;
ninfoplastia – 30 dias;
mentoplastia – 30 dias.
Uma dica interessante é o uso de tops que ofereçam sustentação às mamas, em se tratando de cirurgias plásticas mamárias. Já na lipoaspiração, o uso da cinta não é necessário durante os exercícios, mas ela deve ser recolocada após a prática.

Além dos exercícios físicos, a drenagem linfática deve ser feita após a cirurgia, inclusive, pode ser mantida ao longo da vida, já que ajuda a amenizar condições como a celulite. No tratamento pós-cirúrgico, a drenagem linfática proporciona uma melhora na cicatrização, agindo diretamente no alívio dos edemas, fazendo com que se reduza o tempo de recuperação, em alguns casos.

About the author: admin